Realização de dois telediscos para o artista Bruno de Seda, em parceria com Nuno Marques.
Two music videos for the artist Bruno de Seda, in collaboration with Nuno Marques.
ALÉM MAR (2018)
Bruno de Seda, de robe branco brilhante, está sozinho em palco com uma guitarra. “Está mau tempo no canal”, começa assim a cantar, transportando-nos logo para os Açores, para o mar, uma praia, uma memória. Revelado através de zooms, o cenário vai-se enchendo aos poucos, ora com novos instrumentos tocados por múltiplos braços, ora com objectos do seu universo peculiar. Até que, no fim, ele próprio se perde num “labirinto de prazeres” – já nem guitarra toca, acende um cigarro, saboreia a sua aguardente – e desvanece no horizonte.
ALÉM MAR (2018)
Bruno de Seda, wearing his bright white robe, is alone on stage with a guitar. He begins singing: “It’s bad weather in the channel” (a reference to Vitorino Nemésio’s romance), transporting us immediately to Azores, to the sea, a beach, a memory. Revealed by zooms, the scenery is gradually filled with new instruments played by multiple arms, and with objects from his peculiar world. In the end he loses himself in a “labyrinth of pleasures” – he no longer plays guitar, he lights a cigarette and enjoys his brandy – and finally he vanishes on the horizon.
CORAL SENSUAL (2020)
Por entre uma névoa branca densa, surge Bruno de Seda. Vem do fundo, do negro, desfocado. Aos poucos, revelamos o conteúdo de uma sala com uma série de objectos que reconhecemos do vídeo “Além Mar”. Uma mesa de três pernas com o cinzeiro-mosca, o maço de tabaco, o copo de aguardente, o telefone amarelo, um globo, o relógio-Dali, a coluna rocócó, De novo, um cadeirão, alguns livros, um candeeiro, um figo, um jogo de dominó, vasos com flores artificiais, uma mala de viagens. Também vemos um órgão e um sintetizador.
Bruno deambula por entre os objectos. Está meio angustiado, como que a procurar inspiração. O cigarro está todo queimado. O maço sem cigarros. O copo está quase vazio. O figo está desfeito, aberto, meio comido. As peças de dominó estão caídas. Os livros estão espalhados.
CORAL SENSUAL (2020)
Bruno de Seda appears through a dense white mist. He comes from the background, from the darkness, out of focus. Slowly we reveal the contents of a room with a series of objects that we recognize from the video “Além Mar”. A three-legged coffee table with the fly-ashtray, the pack of cigarettes  the glass of brandy, the yellow telephone, a globe, the Dali-watch, the white column. New, an armchair, some books, a lamp, a fig, a domino game, vases with artificial flowers, a suitcase. We also see an organ and a synthesizer.
Bruno wanders among the objects. He is a little distressed, as if looking for inspiration. The cigarette is all burnt. The pack without cigarettes. The glass is almost empty. The fig is smashed, open, half eaten. The domino pieces are fallen. The books are scattered.